Pablo Mello Pablo Mello Author
Title: Conheça - Captain Dipper and Strawberry Girl - Folk/Alternativo
Author: Pablo Mello
Rating 5 of 5 Des:
Captain Dipper and Strawberry Girl  É um duo formado pelo casal de noivos  Eliza Ramgren e Vian Izak. Enquanto Vian é de origem sulafri...

Captain Dipper and Strawberry Girl  É um duo formado pelo casal de noivos Eliza Ramgren e Vian Izak. Enquanto Vian é de origem sulafricana, sua esposa Eliza nasceu e cresceu na Alemanha. Juntos fazem um som extremamente agrádavel para se ouvir em quaisquer momentos usando e abusando de instrumentos acústicos. 

O casal já tem um EP lançado e  recentemente lançou seu segundo single "Heroes" (versão da já aclamada canção de Bowie). Confira a entrevista que nosso colaborador Pablo Mello fez e ouça o trabalho deles abaixo!


1 - A primeira canção que  ouvi de vocês foi "War Agains Ourselves" e confesso que senti algo  intimista. O folk é claramente a uma  influência marcante, mas consideram algum artista ou banda como influência principal?

Somos inspirados por muitas formas de música. Eu acho que recentemente eu (Vian) a ouvir música para o filme. Há algumas belas peças musicais de filmes que evocam tanta emoção. Eu penso que muitos dos compositores de hoje como Hans Zimmer e James Newton Howard são espécies de "Beethovens" e "Mozarts" da atualidade.

Eles são mestres Melody Makers e mestres de evocar emoção. Eu escuto um pouco de pop e folk. Bem, mas como o meu trabalho do dia é estar produzindo, eu muito raramente ouço pop / música popular para me divertir. Eu ouço isso durante o dia  todo no trabalho, então quando eu chego em casa eu geralmente quero ouvir algo sem palavras. Isso pode soar estranho, haha. Mas é verdade.

2 - Na página da banda e na própria capa do EP podemos ver apenas desenhos e ilustrações e não imagens de vocês próprios. Isso é uma coisa proposital?

Sim. Nós olhamos como todo mundo. Nós realmente não temos o desejo de sermos "famosos." Nós apenas gostamos de fazer música. A arte é feita pela irmã de Eliza e seu marido Erik Riley.

 Nós adoramos usar esses visuais que representam a música. Muitas vezes, uma ilustração pode ser mais poderosa que uma imagem real. Com uma ilustração, o  desenho pode ser controlado e pode ser feito para ter significado. Às vezes é mais difícil e menos focado para mostrar significado com as fotos. Isso é apenas o nosso pensamento. A principal razão pela qual não temos fotos é porque queremos mostrar nossa arte, irmãos.

3 - O nome escolhido é um  nome um tanto diferente, você poderia nos contar a história por trás dele?

Ah. O nome vem da história de como nos conhecemos. Antes de eu  (Vian) trabalhar em tempo integral como um produtor, eu trabalhava em uma loja de chocolate. A loja vendia morangos cobertos. Meu trabalho era para mergulhar os morangos no chocolate.

Logo, a minha posição de trabalho era chamada de "capitão mergulhador" (Captain Dipper). Eliza vinha  na minha casa depois do trabalho porque eu levava para morangos para. Eu comecei a chamá-la de "menina morango" (Strawberry Girl) porque ela estava sempre a dar uma parada na minha casa para comer os morangos restantes. Ela começou a me chamar Captain Dipper causa do meu trabalho. Daí ... Capitão Dipper & The Girl morango.

4 - Quais são os seus maiores sonhos na música?

Bem agora eu (Vian) possuo um estúdio de gravação chamado Vohnic Music em Nashville, onde trabalho como produtor. Meu sonho é continuar produzindo artistas folk e pop e, eventualmente, sair em turnê por todo o mundo, incluindo o Brasil, com o Capitain Dipper & The Strawberry Girl e com meu outro projeto chamado Vian Izak.

Mas sou grato todos os dias por ser capaz de criar música. Gostaria muito de continuar a criar e ajudar as pessoas a criarem. Gostaria muito de continuar a fazer músicas que se conectam com as pessoas. Ficar nas paradas foi uma experiência maravilhosa. Eu adoraria experimentar isso de novo

5 - Em junho deste ano a canção "Black Wedding Florest" se tornou viral no Brasil e alcançou a 2ª posição  no Spotify Top 50 Virais. Como foi isso para vocês? Vocês pretendem vir ao Brasil algum dia?

Essa foi uma experiência maravilhosa. Nós conseguimos estar em uma grande lista de reprodução brasileira do Spotify chamada "Acústicos (Pra Relaxar)" de propriedade de nosso amigo Marcos Paulos. Depois ele nos colocou em sua lista de reprodução, começamos a receber milhares de streams de pessoas ouvindo nossa música no Brasil.

Uma manhã eu acordei e vi que recebemos mais de sete mil streams e 40.000 ouvintes mensais. Tudo a partir do Brasil. Eu estava muito confuso e pensei que devia ser um erro. Mas, em seguida, a cada dia os streams subiam mais e mais. Estávamos muito agradecidos.

 Gostaríamos muito de vir para o Brasil. Acabamos de lançar duas novas canções chamadas "Heroes" e "L-O-V-E." Talvez se nossos fãs brasileiros respondessem bem a essas duas músicas como às outras, eles nos deem uma razão para visitar o país.

6 - Como é o seu processo de composição?As canções simplesmente aparecem em sua mente e depois de trabalha nelas ?

Bem como eu disse, (Vian) trabalho como produtor cotidianamente. Então eu escrevo canções todos os dias com os artistas. Acho que alguns deles só aparecem quando outras vezes você tem que remendar a música juntos como um quebra-cabeça.

Mas com as músicas do Captain Dipper & Strawberry Girl, eles só apareceram. Nós estavamos apaixonados um pelo outra e escreviamos as canções para um ao outro. A maior parte das canções apenas aconteceram.

Acho "War Agains Ourselves" se desevenvolveu mais enquanto estávamos gravando. Nós não planejamos tantas partes vocais, mas em uma noite quando estávamos gravando, decidimos continuar colocando mais e mais vocais na canção e eu realmente gostei.


- Para mim (Eliza) as músicas normalmente só aparecem. Vou pegar uma frase ou idéia e, em seguida, uma melodia para ir com ele. Wind in the Willows é um exemplo disso. Meu livro de infância, quando ainda estava crescendo, se chamava Wind in the Willows. A música veio dessa inspiração.



Confira o som deles aqui: Spotify

Postar um comentário

 
Top