Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Canal Brasil lança documentário “A Plebe É Rude” dia 20
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
O documentário “A Plebe É Rude” será lançado pelo Canal Brasil dia 20 de maio nas plataformas de video sob demanda, como NOW, GVT e Oi. ...

O documentário “A Plebe É Rude” será lançado pelo Canal Brasil dia 20 de maio nas plataformas de video sob demanda, como NOW, GVT e Oi. Com direção de Diego Da Costa e Hiro Ishikawa e produção de Doctela, Pietà Filmes e do próprio Canal Brasil, o filme conta a história da banda de Brasília que estava lá quando o rock brasileiro - influenciado pela atitude faça-você-mesmo do punk e pós-punk e envolto pela nuvem negra do regime militar do país - começou a despontar para os anos 80, ao lado de Legião Urbana, Aborto Elétrico, Capital Inicial e outras. O lançamento coincide com os 35 anos de história da banda e 30 anos de lançamento do disco “O Concreto Já Rachou”, álbum de estreia da discografia do grupo e considerado pela revista Rolling Stone um dos 100 melhores discos da música brasileira.

Muitas imagens raras em vídeo, matérias de jornal da época e fotos inéditas, misturadas a imagens de arquivo pessoais e novos depoimentos dão o tom do documentário, que conta com os integrantes originais Phillippe Seabra, André X, Jander Ribeiro e Gurtje Woorthman, além de Clemente – membro da banda Inocentes, amigo de longa data e que hoje também faz parte do grupo – e nomes como o jornalista e pesquisador Arthur Dapieve, o músico e padrinho do grupo Herbert Vianna e o executivo da gravadora que primeiro contratou a banda, Jorge Davidson, entre outros.

Imagens de Brasília – um lugar descrito em termos como marasmo e tédio nos depoimentos - se misturam a fotos dos integrantes logo nas primeiras cenas do filme, para em seguida começar a contar um pouco do começo da cena na qual a Plebe Rude se enquadrava e as bandas que os influenciaram, como Stiff Little Fingers, Killing Joke, The Who, Sex Pistols, Clash e até os Rolling Stones, quando lançaram “Shattered”, no fim dos anos 70. Além, é claro, de toda a cena punk.

Assim como o som e a personalidade da Plebe Rude, o tom do filme é debochado, irônico, bem-humorado e ácido, confrontando os diferentes pontos de vistas dos membros da banda, sejam eles originais ou atuais. O filme expõe as dificuldades de relação entre os integrantes, que resultaram em mudanças de formação, superação por meio de novas parcerias e a luta para se manter uma banda independente, fiél aos seus valores originais. É através desses diálogos internos que se traça um panorama do rock de Brasília e do papel crucial que a Plebe Rude desempenhou na construção do cenário independente brasileiro desde aquela época, ao mesmo tempo em que os novos tempos levantam outras discussões.

Filme: “A Plebe É Rude”
Trailerhttps://youtu.be/0_6VZDXc4pI
Quando: dia 20, nas plataformas de vídeo sob demanda
Direção: Diego Da Costa e Hiro Ishikawa
Produção: Doctela, Pietà Filmes e do próprio Canal Brasil

Show
30 anos O Concreto Já Rachou
Palco: Rio Branco (Avenida Rio Branco, altura da Rua Aurora, Santa Efigênia, Centro)
Horário: 20h
Data: 21.05

Postar um comentário

 
Top