Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Ringo Starr completa 75 anos
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
07 de Julho de 1940 nascia aquele seria o maior baterista da história, na minha opnião, assim como o Beatle mais extrovertido e engraça...


07 de Julho de 1940 nascia aquele seria o maior baterista da história, na minha opnião, assim como o Beatle mais extrovertido e engraçado dentre os quatro. Com certeza algum dia você,se tem alguma cultura, já ouviu falar. Ele foi o primeiro baterista a cantar em uma música, é canhoto e é conhecido pelo seu estilo seguro de tocar e pelos seus toques de originalidade, tendo sido o baterista a popularizar um modo de tocar bateria com igual força em ambas as mãos, em contraposição ao estilo vigente, que deixava a mão esquerda segurando a baqueta como um palito chinês. Ringo também ajudou a melhorar a qualidade das gravações de bateria na época. Como membro dos Beatles, teve importância na elaboração dos arranjos, com batidas simples, mas inconfundíveis. Com certeza serve de inspiração para qualquer outra baterista. E talvez pelo seu talento ser reconhecido deveria, ele figura como 4º melhor baterista, de acordo com a Rolling Stone. E ainda existe pessoas que chama de "baterista medíocre".


A história de sua infãncia, pode ser levada para inspiração para nós, isso porque quando era pequeno, passou por vários problemas de saúde, ficando internado em um total de três anos em hospitais de Liverpool. Por essa razão, ele acabou ficando atrasado na escola e aos 15 anos mal sabia ler e escrever. Muitos médicos falavam que ele não sobreviveria por muito tempo, graças a Deus não foi isso que aconteceu.


Ringo Starr só entrou para os Beatles em 1962. Cansados do temperamento de Pete Best, o baterista dos Beatles naquela época, os outros integrantes da banda resolveram dispensá-lo e chamar Ringo Starr para substituí-lo. Os fãs de Pete não gostaram da substituição e no início, protestaram contra a mudança gritando Pete Forever, Ringo Never (ou seja, Pete sempre, Ringo nunca).
Por disputar espaço com Paul, John e George, Ringo compôs apenas duas músicas dentro dos Beatles, são elas Don't Pass Me By e Octopus Garden, além de outras  com autoria de todos, entre elas What Goes On, Flying e Dig It. Embora não tivesse feito muitas composições, sempre cantava uma música nos shows e discos da banda de outras autorias, entre elas Boys, I Wanna Be Your Man, Honey Don't, Act Naturally e Good Night.
Ringo, que de uma certa forma já se sentia excluído pela banda por não compor como Lennon/McCartney, acabou abandonando a banda por duas semanas, foi o primeiro a abandonar a banda. Ringo só retornou depois que os outros três integrantes pediram por sua volta.


O primeiro trabalho solo de Ringo foi lançado no ano de separação dos Beatles. Sentimental Journey foi lançado em março e produzido por George Martin. O álbum é composto por regravações de canções antigas como Night and Day. Em setembro do mesmo ano lançou seu segundo álbum solo, Beaucoups of Blues. Nenhum destes álbuns obteve muito sucesso.


Um ano após a dissolução dos Beatles, ele participou do álbum All Thing Must Pass de George Harrison e Plastic Ono Band de John Lennon, tocando bateria e do show beneficente promovido por George Harrison, "Concert for Bangladesh". No mesmo ano, lançou um single com a canção It Don't Come Easy que atingiu o quarto lugar nas paradas britânicas e norte-americanas. E no ano seguinte atingiu o segundo lugar nas paradas britânicas com a canção Back off Boogaloo também lançada em single.

Em 1973, lançou o álbum Ringo, seu maior sucesso comercial. Foi a única vez em que os quatro beatles estiveram em um mesmo disco após a separação da banda. Embora os quatro ex-beatles não tivessem participado de uma mesma música, o fato ajudou muito as vendas do disco. O disco ainda trouxe a participação de Billy Preston  Harry Nilsson, Klaus Voormann, Nicky Hopkins entre outros. O disco Ringo tornou-se um sucesso. A canção Photograph, (lançada em single em 1973) e que atingiu o primeiro lugar nos Estados Unidos, entrou no álbum. Photograph contou com a participação de George Harrison que compôs a música em parceria com Ringo. George participou ainda de "You and Me (Babe)" e junto com John Lennon em I'm the Greatest(esta última escrita por Lennon). Paul McCartney participou de You're Sixteen e Six O'Clock (esta última escrita por Paul). O álbum atingiu o segundo lugar nos Estados Unidos e sétimo na Inglaterra.


Em 1981, Ringo lançou o disco Stop And Smell The Roses, que marcou a volta das participações dos amigos como Harry Nilson, Ron Wood, Stephen Stills e inclusive dos ex-beatles Paul McCartney e George Harrison. A canção do disco, Wrack My Brain (escrita por George Harrison), fez um sucesso modesto. Ringo também participou da gravação da música de George Harrison em homenagem a John Lennon, All Those Years Ago, que foi lançada no disco de Harrison. Faz uma participação no álbum de 1982 de Paul McCartney, Tug Of War participa na faixa "Take It Away", com a participação do produtor George Martin.

Nos anos 90, fora a All Star Band, Ringo só conseguiu um sucesso modesto ao lançar seu décimo primeiro disco solo Vertical Man de 1998 que contou com a participação dos ex-beatles mais uma vez, além de Alanis Morrissete, Ozzy Osbourne, Tom Petty e Steven Styler. Vertical Man foi bem recebido pela crítica e marcou o início de uma nova parceria de Ringo, agora com Mark Hudson. Hudson produziu os álbuns de Ringo, Aerosmith e do grupo Hanson, além de escrever músicas em parceria com o ex-beatle. No mesmo ano, lançou o álbum ao vivo VH1 Storytellers. O álbum I Wanna Be Santa Claus de 1999 foi dedicado a músicas natalinas e assim como seu antecessor foi bem recebido pela crítica apesar de as vendas terem sido menores.

Em 2005, lançou Choose Love. Apesar de não ter vendido tanto como Ringo Rama ou Vertical Man, Choose Love foi considerado tanto pelos fãs como pela crítica como o melhor álbum lançado por Ringo em mais de trinta anos. O álbum assim como seu antecessor tinha uma canção homenageando George Harrison
Oh My Lord, que contava com Billy Preston tocando órgão. No ano posterior, Ringo Starr saiu novamente em turnê com sua All Star Band, lançando o álbum Ringo Starr and Friends.


Em janeiro de 2008, Ringo lançou o single Liverpool 8 e na semana seguinte um álbum com o mesmo nome. Liverpool 8, mantendo a tradição dos álbuns produzidos por David Stewart, recebeu bons reviews e entrou na lista dos mais vendidos tanto nos EUA quanto no Reino Unido, atingindo a melhor colocação para um álbum de Ringo Starr desde 1998 com Vertical Man. Em 2009, ele e Paul McCartney lançaram na E3, o "The Beatles: Rockband" fazendo a surpresa do evento. Em 2010, Ringo lança o álbum Y Not. O ex-Beatle Paul McCartney faz participação em duas faixas: na música "Peace Dream" tocando baixo, em homenagem ao ex-beatle John Lennon, e na música "Walk With You", fazendo segunda voz.

Em janeiro de 2015, através de um post no Twitter, Starr revelou pela primeira vez o título de seu novo álbum de estúdio de 11 faixas, Postcards from Paradise. O álbum veio apenas algumas semanas antes da indução de Starr para o Hall da Fama do Rock and Roll, tornando assim Ringo o último ex-beatle em carreira solo a receber a homenagem.


O dia 18 de abril foi uma noite de paz, amor e homenagens ao eterno baterista dos Beatles em seu caminho para o Hall Rock and Roll of Fame em Cleveland. A introdução de Ringo foi uma longa noite que incluiu até uma breve queda de energia durante parte do show. "Quando Ringo tocou para nós pela primeira vez, tornou-se um Beatle", disse Paul McCartney elogiando seu companheiro durante seu discurso de indução de Ringo.

Além da indução, Ringo foi o terceiro ex-Beatle a receber a Estrela da Calçada da Fama de Hollywood, em 8 de fevereiro de 2011, após John Lennon em 1988 e George Harrison em 2009. A estrela de Ringo, fica ao lado das estrelas de John e George. Paul McCartney foi o último ex-Beatle a receber a estrela da Calçada da Fama em 2012.

A carreira de Ringo Starr também abrange o setor cinematográfico, entre alguns os filmes Blindman (1971), a comédia musical Son of Dracula (1974) e Caveman (1981). Caveman (O homem das Cavernas) foi patrocinado por George Harrison. Ringo ainda apareceu no filme 200 Motels de Frank Zappa e no documentário sobre a banda britânica The Who The Kids are Alright, lançada em 1979.
Além do cinema, ele apareceu em uma adaptação para tv do filme Alice no País das Maravilhas feito em 1985. Em 1991, o desenho animado Simpsons fez um episódio em sua homenagem onde Ringo dublou a própria voz.

 "Na época dos Beatles (em 64), teve que se 'ausentar' para operar suas amígdalas. Em 69 foi internado novamente, em função de fortes dores abdominais, cuja suspeita inicial seria obstrução intestinal. No começo dos anos 80 teve problemas no intestino e passou por cirurgia de risco. Fora os problemas com álcool também e sua fase ruim.
Mas agora ele está super bem, com peso ideal e super ativo!
Quem diria, hein? E muitos acreditavam que ele seria o primeiro Beatle a morrer...
Um tapa na cara da vida!
E ele vai longe, muito longe mesmo!
Um dos melhores e dos maiores. O mais amor de todos!
Long live! 
Love you, Richard!" Eve Kathleen Almeida, fundadora da página Paul McCartney Brasil

Agora com vocês, um vídeo feito por fãs brasileiros, em homenagem ao nosso querido Ringo Starr.

 HAPPY BIRTHDAY TO YOU

 

Em Fevereiro tive a honra de conhecer esse cara e também o orgulho e aparecer no facebook dele, com a uma filmagem feita pelo celular dele. Vocês podem ler mais sobre esse dia aqui!!

Postar um comentário

 
Top