Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Homenagem ao John Lennon: Um dos textos mais belos que já vi
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Apesar da neve, o Central Park é mais bonito no outono, pensou John. Nessa época as folhas amareladas das árvores se espalham pelo chão c...


Apesar da neve, o Central Park é mais bonito no outono, pensou John. Nessa época as folhas amareladas das árvores se espalham pelo chão como gotas de sol e o clima é melancólico. Mas agora é inverno, os galhos estão vazios e as cores no ambiente são pálidas, porém ainda assim a luz aparece timidamente entre nuvens para iluminar as folhas que ainda permanecem. Em um dia como esse, John Lennon sentou-se em um dos bancos vazios do parque. Já não sentia tanto frio quanto os outros ali presentes, trajava uma camisa jeans surrada como a calça, o cabelo quase na altura dos ombros e nos olhos óculos grandes e transparentes. Olhava com atenção as pessoas transitando pelo lugar, algumas cabisbaixas e lentas, outras com as mãos no sobretudo e passos largos. Ele sorriu, desejou sentir a brisa do vento. Dali dava para ver o Dakota, imponente em seu estilo gótico remetendo a um castelo do século XIX. Suspirou, desejou estar em seu apartamento, tomando uma xícara de chá. 
Algo o despertou de seus devaneios, decidiu fazer o que era preciso. Colocou a mão em um dos bolsos, puxou a caneta e um pedaço de papel. “Vamos lá, é como escrever outra canção”. 


O natal será um pouco diferente esse ano, mas isso se deve ao fato da neve atrasar a cair. É uma questão de tempo para estarmos reunidos novamente, mas enquanto isso, é preciso paciência, afinal, qual é o objetivo da vida se não esperar pelo futuro? Apesar de estar do outro lado da moeda, a espera pelo que virá a seguir é constante.Nós todos sobrevivemos mas todo o mapa mudou, estamos indo para um futuro desconhecido, mas estamos todos aqui. E enquanto houver vida, ainda há esperança. Qualquer explorador se sentiria feliz em ter novos caminhos para ir e é como me sinto agora, aguardando surpresas. 
Devem estar se perguntando se estou no céu. O céu... ele está presente nas boas lembranças, sentimentos e atos. Uma parte dele está na terra e outra no infinito. Estar em um pedaço do céu é como transcender: sinto como se uma das minhas missões tivesse sido cumprida e passei para outra fase, quando uma nova estiver completa, seguirei adiante e assim sucessivamente.
Estar com vocês por quarenta anos foi a realização de um sonho, sou grato a todos e a vós peço desculpas pelas mágoas; estejam certos de que não guardo nenhum ressentimento pois a cada erro nós aprendemos. Além disso, gostaria que valorizassem todos os momentos e atitudes e refletissem sobre o ensinamento proporcionado por eles, pois nada é por acaso e tudo faz parte da bagagem levada por nós ao seguir. 
Lembrem-se sempre de mim com um sorriso, em meus melhores momentos e estejam certos que apesar de ter partido, me sinto no auge da minha vida.
Com amor xx
John Lennon
...
Hoje, no lugar da carta deixada por John encontra-se o memorial “Starwberry Fields” ponto de encontro de diversos fãs para homenagens.

Nós sentimos sua falta
Nathalie

Postar um comentário

 
Top