Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: DJ de Paul McCartney mostra seu lado brasileiro
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
O DJ Chris Holmes tem um dos melhores empregos do mundo: há cerca de cinco anos, ele segue Paul McCartney em suas turnês e trata de esquent...
O DJ Chris Holmes tem um dos melhores empregos do mundo: há cerca de cinco anos, ele segue Paul McCartney em suas turnês e trata de esquentar o público com sua seleção musical — como fará esta quarta-feira, no Rio, na HSBC Arena. Sempre que se apresenta no Brasil, ele sempre dá um jeito de incluir gravações que artistas brasileiros fizeram de músicas dos Beatles. Um mash up do instrumental original de “Taxman” com “Chame um táxi” (versão da mesma música gravada pela cantora Meire Pavão em 1966), por exemplo, é uma das faixas que ele mais gosta de tocar no país. 

O Brasil abriga os melhores fãs e alguns dos melhores da música no mundo. No departamento dos covers dos Beatles, o Brasil está sozinho. Em vez de tentar soar como os originais, os artistas brasileiros pegam as canções e as tornam suas próprias. Eles injetam a paixão e a voz do Brasil nessas músicas e fazem versões que estão entre algumas das minhas favoritas em todo o mundo — diz Chris, em conversa por uma rede social.


 Ao listar as versões brasileiras de canções dos Beatles, ele começa Rita Lee.
— O disco “Bossa'n Beatles” (de 2001), da Rita, é um dos que mais gosto. Seus covers em português de “Here, there and everywhere” (“Aqui, ali, em qualquer lugar”) e “In my life” (“Minha vida”) são sublimes. Esse registro inteiro é realmente especial. Eu também amo a versão de Gal Costa para “Here, there and everywhere” e o Sergio Mendes de "Fool on the hill”. Nenhum desses registros pode lá ser muito bom para discotecar, mas eles são realmente registros magníficos e clássicos.
Grande fã da psicodelia da Tropicália (“Tenho certeza que há uma tonelada de jóias escondidas que ainda não ouvi, tesouros ainda para encontrar”, acredita), Chris também diz apreciar bastante a série de 13 discos-tributo aos Beatles com artistas brasileiros lançados entre 2007 e 2010 pelo produtor Marcelo Froes pelo selo Discobertas (as faixas desses CDs começaram a ser comercializados esta semana no iTunes).
— Esses discos captam uma ampla gama de diferentes estilos musicais brasileiros. Eles ainda incluem covers de canções dos Beatles nunca lançadas oficialmente, como “Suicide”, gravada por Twiggy — conta o DJ. — Eu adoro o “Singalong junk” (pela cantora Juliie) e o “Thingyumybob” (pelo trio do guitarrista Victor Biglione) do disco “Beatles 68”.
— O lado legal da história é que, quando eu procurei o Chris pra mandar os tributos dos Beatles, ele já conhecia o trabalho da Discobertas porque tinha comprado em Chicago o CD que eu havia feito só com musicas de George Harrison — revela Marcelo.

Fonte: O Globo

Postar um comentário

 
Top