Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Assassino de John Lennon pede desculpas por ser tão idiota
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Mark Chapman (da esquerda para a direita) em 1980,1998 e 2010 O assassino de John Lennon tentou pela oitava vez a liberdade condicion...
Mark Chapman (da esquerda para a direita) em 1980,1998 e 2010
O assassino de John Lennon tentou pela oitava vez a liberdade condicional, e mais uma vez foi negada. Após uma audiência, ele pediu desculpas por ser um "idiota" que tinha perseguido o "caminho errado para a glória".

No dia 08 de Dezembro de 1980, Mark David Chapman deu cinco tiros em John Lennon, na frente do seu apartamento, no Edifício Dakota, onde John morava.

Chapman, de 59 anos, se declarou culpado de assassinato em segundo grau e foi condenado em 1981 a 20 anos à prisão perpétua.

Em uma transcrição divulgada ontem pelo jornal britânico The Independent, ele disse: "Eu sinto muito por causar esse tipo de dor.

"Eu sinto muito por ser tão idiota e escolhendo o caminho errado para a glória.


"Muitas, muitas pessoas o amavam. Ele era um grande e talentoso homem e eles ainda estão sofrendo. Eu recebo cartas sobre isso, então é um fator importante. Não é um crime comum."

O conselho negou o pedido e disse que a sua libertação seria "assim menosprezar a gravidade do crime, e que seria incompatível com o bem-estar da sociedade."

Chapman está na
Wende Correctional Facility, ao leste de Buffalo, e pode tentar para a liberação de novo em dois anos.

Postar um comentário

 
Top