Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Rock in Rio vai homenagear Beatles com cenário especial
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Todo fã de Beatles que se preze tem na memória aquela última apresentação da banda no telhado de um prédio em Londres em 1969, batizado...

Todo fã de Beatles que se preze tem na memória aquela última apresentação da banda no telhado de um prédio em Londres em 1969, batizado de Apple Rooftop Concert. Caracterizada de Reino Unido, com direito a gaita de fole, soldado uniformizado à la Buckingham, pubs e orelhão vermelho, a Rock Street vai trazer homenagens à região que compreende Inglaterra, Escócia, Irlanda e País de Gales ao Rock in Rio. O ponto alto da programação, segundo os organizadores, será a reprodução do episódio mítico que surpreendeu desde os pedestres que passavam em frente ao imóvel que abrigava a gravadora Apple e admiradores do mundo inteiro de John, Paul, George e Ringo.
— A cultura do Reino Unido está muito inserida na nossa. Brasileiros andam com a bandeira estampada em camisas, conhecem bem os soldadinhos, o som da gaita de fole e adoram os Beatles — diz Roberta Medina, vice-presidente do Rock in Rio, durante uma coletiva de imprensa na Cidade do Rock na tarde desta terça-feira, a exatamente um mês para o início do evento. — A banda (cover) All you need is love vai se apresentar no primeiro fim de semana às 15h30. O show vai ser tão fiel que, além do repertório completo, eles vão usar a mesma roupa daquela apresentação — comemora.
Se o Reino Unido vai invadir o Rock in Rio, por que o Rock in Rio também não aterrissa na terra da Rainha?
— Temos essa ideia e a conversa existe, mas o evento tem como premissa acontecer em grandes capitais, como Rio, Madri e Lisboa. Em Londres não conseguimos um espaço tão grande, em que pudéssemos fazer obras da magnitude de que precisamos. Mas não descartamos a ideia e ela pode se tornar realidade. Por enquanto, estamos com Lisboa fechado para 2014 e quase acertados para Las Vegas em 2015 — explica Roberta, que ainda não conseguiu fechar acordo com o governo argentino para a possível edição do ano que vem.
Faltam 30 dias para Beyoncé, David Guetta e artistas que farão um tributo a Cazuza pisarem no palco Mundo dando início à quinta edição brasileira do festival. A Cidade do Rock já começa a tomar forma. O palco principal está no mesmo lugar, ganhando reformas nos telões e polimento em sua estrutura prateada, e o palco Sunset aumentou de tamanho em sete metros e ganhou uma atração extra por dia. Mas ainda faltam a roda-gigante e os acabamentos por toda a extensão que vai abrigar 85 mil pessoas por dia, entre 13 e 22 de setembro.
— Eu diria que 80% da Cidade do Rock já está pronta — garante Roberta Medina. — Agora falta a maquiagem.
Parceria com a embaixada do Reino Unido
A ideia de caracterizar a Rock Street com as cores, os elementos e a programação homenageando os países do Reino Unido veio de uma parceria entre o Rock in Rio e a embaixada daquela região. Além de promover um intercâmbio cultural, o Reino Unido, berço de bandas como Beatles e Rolling Stones, quer incentivar os brasileiros a visitarem e até mesmo se mudarem para lá.
— O que mais temos de popular é a nossa cultura. Encontramos beatlemaníacos em todos os lugares do mundo. Mas temos muitas outras bandas de outras gerações e gêneros que também merecem atenção, como Iron Maiden, Muse e Florence and the Machine, que vêm ao festival – comenta o embaixador do Reino Unido no Brasil, Alex Ellis, aproveitando para mandar um recado para os estudantes e turistas brasileiros. – Nos últimos cinco anos, o número de brasileiros triplicou na Inglaterra. Queremos recebê-los cada vez mais.

O show será dias  13,14 e 15 de Setembro.


Fonte: O Globo

Postar um comentário

 
Top