Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Fã Clube do Axl Rose entrevista "Backstage Queens"
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Camile Vilela (guitarrista base), Carolina Dias (baterista), Nadia Mori Vilares (vocalista), Gabriella Lima (baixista) e Érica Mota (guit...
Camile Vilela (guitarrista base), Carolina Dias (baterista), Nadia Mori Vilares (vocalista), Gabriella Lima (baixista) e Érica Mota (guitarrista solo).
Lembram-se da foto dessas gatinhas que há algum tempo foi massivamente compartilhadas por inúmeras fan-pages do Guns N’ Roses no Facebook? Algumas delas tem uma banda de Hard Rock em São Paulo, chamada BACKSTAGE QUEENS, e o Axl Rose – Fã Clube fez uma entrevista exclusiva com as meninas da banda, que além de lindas são super simpáticas. Veja a entrevista na íntegra:
Bom, eu sei que nem todas vocês estavam naquela foto que algumas páginas compartilharam, mas qual foi a reação de vocês quando viram um monte de gente estranha curtindo e comentando uma foto sua?
Camile Vilela
: Foi estranho e engraçado ao mesmo tempo pois isso nunca tinha acontecido com a gente e tivemos contato direto com as pessoas que curtem o mesmo som que nós pela primeira vez!
Gabriella Lima: E o tanto de gente que adicionou a gente no Facebook e curtiu a página da nossa banda… Isso foi bem legal também haha
Carolina Dias: Eu não estava na foto que foi compartilhada, mesmo assim foi muito bom pois o nome da banda estava e cada vez mais pessoas acessavam a page e entravam em contato elogiando nosso som! Isso foi emocionante.
Acontece muito de vcs todas usarem camisas do Guns por coincidencia? Haha
Camile Vilela
: Acontece sim! Muitas vezes quando vamos tocar ou até mesmo sair temos que conversar pra ver com que roupa vamos para não sairmos feito gêmeas… E já aconteceu de em um ensaio eu a Gabi e a Carol irmos, cada uma com uma peita hahaha
Como vocês conheceram Guns N’ Roses?
Gabriella Lima
: Eu conheci através do meu pai, desde pequena a gente escutava. Mas depois quando comecei a andar com a Camile, fiquei viciada. Eu ia até a casa dela quase toda semana para ficarmos vendo os DVDs do Guns que ela tem.
Camile Vilela: Conheci Guns através do meu pai também, assim como muitas outras bandas. Não era muito chegada nesse estilo de música e foi ele quem me introduzindo aos poucos. Me lembro que a primeira música que escutei com calma foi Patience, o motivo de pegar o violão.
Carolina Dias: Conheci Guns através do meu pai e do meu irmão, que são apaixonados também! Tive muita influencia da escola de musica da minha mãe, Sol Maior, porque eu estava sempre em contato com outros músicos, uns profissionais e outros não e dessa forma conheci diversas bandas e estilos diferente. Hoje percebo que isso fez a diferença!
O que vocês acham do Chinese Democracy e da fase do Guns pós-Slash?
Gabriella Lima
: A gente não curte muito. Na verdade, apoiamos a formação original. A formação muda, muda a banda por completo e o som não fica o mesmo, a banda não rende o mesmo… Não é mais Guns. Não é o Guns que conhecemos e nunca será.
Camile Vilela: Acho que quando se muda a formação de uma banda, a mesma não pode ser considerada mesma, não só pelo som mas pelo impacto também.
Carolina Dias: Sinceramente não gosto muito da fase do Guns pós Slash, porque por mais que eu seja baterista adoro o Slash e gostava muito formação original. Era outro Guns! O Slash e o Axl não são exatamente uma influencia, mas uma inspiração em diversos outros sentidos
Bom, vamos falar de Backstage Queens… como a banda começou?
Gabriella Lima
: Bom, nossa história é um tanto complexa… Eu conheci um cara, o Rod, baterista da Dissonant Nightmare, em um bar aqui de São Paulo e posteriormente ele acabou se tornando um grande amigo nosso. A Érica, já amiga do Rod, acabou comentando com ele que precisava de uma baixista porque estava com planos de formar uma banda que já tinha vocalista, a Nadia, que estudava na mesma escola que ela, e a baterista, a Carol, que era filha da dona da escola de música em que ela estudava. Assim ele falou de mim pra Érica. Eu havia deixado uma outra banda no mesmo dia quando a Érica veio falar comigo e pensei: “uau, que coincidência!”. No começo, as meninas queriam apenas uma guitarrista mas eu sugeri uma amiga minha, a Camile, que já havia tocado comigo nessa última banda. Foi assim que começamos a tocar!
Qual costuma ser o setlist de um show de vocês?
Camile Vilela
: Fazemos cover de Black Sabbath, como Iron Man, algumas do Judas Priest, Breaking the Law, Electric Eye… Enter Sandman do Metallica, Sweet Child O’ Mine do Guns e gostamos de tocar The Runaways!
Aqui um vídeo das meninas tocando Iron Man, clássico do Black Sabbath:




Vocês tem composições próprias? Tocam elas ao vivo e tem planos de gravar alguma coisa?
Gabriella Lima
: Estamos compondo nossas próprias músicas agora e pensamos em gravar um CD daqui a um tempo… Ainda não tocamos ao vivo.
Bom, agora no que diz respeito ao instrumento que cada uma de vocês toca, qual suas inspirações pessoais?
Nadia Mori Vilares
: Com certeza minha inspiração NÃO é o Axl. Minha inspiração é o Freddie Mercury, desde quando era pequena. Além do Elvis Presley e atualmente, admiro muito o trabalho de Matthew Bellamy (vocalista do Muse). Diferentemente de outros artistas, estes se importam realmente com o estudo da música, de sua qualidade e saúde da voz.
Gabriella Lima: Nadia causando hahahahah meu mestre é Duff McKagan, sem dúvida alguma. Por isso adquiri recentemente um Fender Aerodyne, modelo que ele utiliza nos dias atuais. Adoro o timbre!
Carolina Dias: o meu é o Neil Peart, por mais que esteja mais velho, mas ainda toca muito e John Bonham também!
Camile Vilela: Sem dúvida minhas maiores inspirações são Slash e Orianthi. Tenho algumas outras mas não me vejo tanto quanto esses dois.. hahaha
Érica Motta: Neil Young.
De onde surgiu o nome “Backstage Queens”?
Carolina Dias
: Backstage Queens surgiu de um amigo que gosta muito de Scorpions e achou que esse nome seria legal pra gente! As mulheres normalmente não tem oportunidades no rock (hoje em dia que elas estão surgindo) e nossa proposta é sair do backstage e fazer com que nos escutem!
Qual o álbum favorito de vocês?
Gabriella Lima:
Meu álbum favorito é Use Your Illusion I! Sou apaixonada por quase todas as músicas, mas Don’t Damn Me é minha favorita.
Carolina Dias: O meu favorito é o II e música gosto de várias mas Estranged, não é das mais famosas mas é a minha preferida
Camile Vilela: O meu álbum favorito é o Appetite For Destruction sem dúvidas… Sem falar que pra mim é um álbum cru mas completo. Minha música preferida do álbum é Out Ta Get Me.
Nadia Mori Vilares: meu album favorito é o Use Your Illusion II
Érica Motta: Use Your Illusion I
Se pudessem escolher um ano para ver o Guns N’ Roses ao vivo, qual seria?
Gabriella Lima
: Escolheríamos o ano de 1987/1988! Appetite for Destruction Tour!
Obrigado pela entrevista e boa sorte pra vcs!
Camile Vilela
: Obrigada mais uma vez pela entrevista! Muito sucesso pro blog e pra fanpage do facebook! Você está mega convidado pros nossos próximos shows! Nos vemos por aí! Abraço!
Backstage Queens
Facebook
YouTube

Postar um comentário

  1. muito bom eu conheço a gabi e gosto pra caramba dela ja fui em um show da Backstage Queens são ótimas

    ResponderExcluir

 
Top