Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Black Sabbath virá ao Brasil em Outubro
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
O baixista Geezer Butler disse, em entrevista para a rádio KCAL Rocks 96.7 FM (Redlands – Califórnia), que a banda virá à América do S...


O baixista Geezer Butler disse, em entrevista para a rádio KCAL Rocks 96.7 FM (Redlands – Califórnia), que a banda virá à América do Sul.
Butler comentou que o Black Sabbath iniciará sua turnê em abril, com shows na Nova Zelândia e Austrália. Em seguida, irão para o Japão com uma versão da Ozzy Fest. Em junho, será lançado o novo álbum do grupo, que sairá em turnê pela América do Norte em julho/agosto.Em junho, nós iremos promover o disco, e, então, iremos para os Estados Unidos,em julho e agosto. Depois vem a América do Sul, em outubro, e Europa, em novembro e dezembro", disse o baixista.
Uma das bandas mais disputadas por empresários do showbusiness para vir ao Brasil decidiu quando e em qual formato virá. Cobiçado por festivais, o Black Sabbath chega em outubro, mas para apresentações solo, segundo o apurou. Os dias e locais ainda serão definidos.
Na Argentina, o show da banda britânica de heavy metal está previsto para o dia 6 de outubro, em Buenos Aires. Além do Brasil, também o Chile mostrou interesse em ter ao menos uma das apresentações da turnê.

Este é o primeiro disco com a presença de Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler desde Never Say Die!, lançado em 1978. O álbum, produzido por Rick Rubin, tem o lançamento marcado para junho. O nome do trabalho, por enquanto, é 13. "Será esse a não ser que pensemos em algo mais construtivo", disse Butler.

No momento, disse o baixista, Iommi está na Inglaterra para gravar alguns dos solos de guitarra. "Começamos a mixar o disco em fevereiro e isso vai durar até junho", revelou. Ele também foi questionado sobre o estado de saúde de Iommi, que passou por tratamento após ter sido diagnosticado com um linfoma. "Ele está indo bem, respondendo bem. Ele precisa ser medicado a cada seis semanas, mas, sim, ele está indo bem, muito bem."

Butler revelou ainda como funcionou o processo de criação das músicas. "Eu escrevi a maioria das letras. Ozzy chegava com os títulos e aquilo me inspirava a escrever", disse o baixista. "Acho que, das 16 músicas que fizemos, escrevi 14 delas."
Veja o vídeo (a partir do 4º minuto da entrevista): clique aqui!

Postar um comentário

 
Top