Elio Sant'Anna Elio Sant'Anna Author
Title: Os Baixos e Guitarras usadas por Paul nos Beatles
Author: Elio Sant'Anna
Rating 5 of 5 Des:
Muitos fãs dos Beatles não estão cientes de que Paul McCartney tocou mais do que apenas o baixo Hofner dele, especialmente desde que era ...

Muitos fãs dos Beatles não estão cientes de que Paul McCartney tocou mais do que apenas o baixo Hofner dele, especialmente desde que era seu principal instrumento visto em suas performances ao vivo e vídeos musicais. Paul de fato utilizava baixos, bem como outras guitarras. Este artigo irá mostrar-lhe vários instrumentos utilizados de Paul com os Beatles que você pode não ter tido conhecimento.

1964 Rickenbacker 4001S-LH


Em 1965, Paul pôs as mãos em um baixo Rickenbacker que foi usado pela primeira vez na música "Think for yourself". Ele também é usado extensivamente nos álbuns Revolver e Sgt.Pepper nomeadamente em faixas como "Penny Lane" e "Strawberry Fields". McCartney em algum momento de 1967, pintou para dar-lhe um olhar psicodélico. George Harrison e John Lennon fizeram o mesmo para a ocasião. O Rickenbacker recém-pintado pode ser visto no desempenho ao vivo de "All you need is Love", em junho de 1967.

1966 Fender Jazz Bass

Paul usou um Fender Jazz Bass em 1968, durante as sessões do Abbey Road e White Album. Ele pode ser ouvido em canções como "Sun King", "While My Guitar Gently Weeps" e "Yer Blues". Este foi o último baixo conhecido (com exceção do Hofner) que McCartney usou com os Beatles.



Epiphone Texan FT-79 Acoustic

O violão Epiphone foi usado por Paul no álbum Help, especificamente para a canção "Yesterday". Pode ver-se nas suas performances quando canta "Yesterday". McCartney, conhecido por ser um colecionador de instrumentos, ainda tem essa até hoje.


1962 Epiphone Casino ES-230TD

Paul recebeu esta Casino para destro o qual foi modelada, a fim de ser capaz de amarrar-lo como uma guitarra canhota.Conhecida como uma das guitarras favoritas de Paul,foi usada em músicas famosas, como "Taxman", "Paperback Writer" e "Drive My Car". Esta guitarra pode ser vista até hoje quando Paul toca ao vivo a música "Paperback Writer".


1964 Fender Esquire

Este Fender sunburst foi tocada por McCartney em 1966 para o álbum Revolver. Você pode ouvi-la em canções como "Good Morning, Good Morning" e "Helter Skelter". Muito pouco se sabe sobre como Paul obteve a Esquire, ou onde ela está agora.


1967 C.F. Martin D-28 Acoustic

Outra guitarra acústica que Paul teve,com um som morno do Martin, que ele adquiriu em 1968. Foi usado nas sessões do Álbum Branco e pode ser ouvida nas músicas "Two of Us" e "Blackbird".


O baixo de Paul McCartney com certeza causa algumas dúvidas em muita gente. O modelo que Paul adotou no ínicio da década de 1960, é um baixo modelo Höfner 500/1, diferente do baixo usado pelo ex-colega Stuart(Stu) Sutcliffe, que era um höfner 500/5, mais em formato mais parecido com uma guitarra. A marca da empresa Höfner fabricou o modelo de Paul em 1956 e claro, apenas ganhou fama na década dos Beatles quando Paul o adotou em 1962. Paul possuiu dois Höfner até 1965, o primeiro até a gravação do segundo álbum With the Beatles, e o segundo após isso, o que foi mostrado em grandes apresentações e concertos, como no The Ed Sullivan Show, Concert at She Stadium e o Concert at Budokan.

O modelo do baixo tem corpo elétrico oco de baixo, McCarney usou os dois modelos canhotos até 1966 quando adotou a Rickenbacker Bass, o modelo höfner de 1961, possuia captadores montados juntos em direção ao seu pescoço e o modelo de 1963 possuia a picape montada mais proxima da ponte. No final de 1966 Paul deixou o antigo modelo de lado e começou a usar modelos de baixo Rickenbacker.Em 4 de setembro de 1968, o baixo foi usado para a gravação do clipe promocional de Revolution, sem o escudo branco.



Pouco antes do fim dos Beatles em 1970, durante alguns vídeos promos, o primeiro modelo original do baixo de Paul de 1961 foi roubado e então ele começou a usar o seu modelo original de 1963 o qual vem usando até hoje. Após alguns anos nos beatles sem seu höfner, e com modelos novos de baixo, nos promo de Revolution e no documentário Let it Be, Paul recorreu a usar novamente o mesmo baixo usado no início da carreira com a banda e executou o pequeno concerto Rooftop com ele.
McCartney usa seu baixo de 1963 até os dias de hoje, usando ele com os beatles e em sua carreira solo de grande sucesso,

Fonte: Diário dos BeatlesMusicblog

Postar um comentário

 
Top